Elétrica

Descubra como funciona um pressostato na prática

Mardey Costa
Escrito por Mardey Costa em 17/06/2022
Junte-se a mais de 20.000 pessoas

Cadastre seu email e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Você sabe como funciona um pressostato na prática?

Neste artigo, você vai descobrir como funciona um pressostato na prática e quais são os elementos fundamentais para o seu funcionamento.

Portanto, se você quer aprender mais sobre esse assunto, então continue lendo esse artigo. Nele você vai aprender sobre:

E se você gostou do que vem por aí, então não deixe de compartilhar este artigo com seus amigos nas redes sociais, para que eles possam descobrir como funciona um pressostato.

Mas antes de ler este artigo completo, conheça nossos 3 cursos com certificado reconhecido e descubra porque 2000 alunos tiveram resultados.

Curso de Projeto Elétrico na Prática

Curso de projeto elétrico na prática com engenheiro eletricista Anderson Campos

Acesse o botão verde abaixo e descubra finalmente como elaborar projetos elétricos da teoria a prática.

Curso de Eletricista Instalador

Curso de eletricista instalador com Ricardo Serpa

Acesse o botão verde abaixo para descobrir como se tornar ser um eletricista instalador muito bem remunerado.

Curso de Comandos Elétricos

Curso de comandos elétricos com Jair Maciel dos Santos

Acesse o botão verde abaixo para descobrir como fazer montagem e manutenção de comandos elétricos industriais e sistemas automatizados.

Escolha um dos cursos acima para saber mais e faça a sua inscrição hoje com até 50% desconto em 12x no cartão, PIX ou boleto a vista e ainda ganhe bônus exclusivos.

Como funciona um pressostato

No artigo anterior, nós já explicamos o que é um pressostato e para que ele serve.

Na imagem abaixo é possível visualizar um pressostato da fabricante Danfoss, confira.

Para que serve o pressostato Danfoss

Neste caso, vamos explicar os elementos fundamentais para o funcionamento de um pressostato.

E por isso, podemos destacar o uso de um elemento sensor, um mecanismo de ajuste e uma unidade interruptora.

Por isso vamos explicar agora cada um desses elementos fundamentais para o seu funcionamento de um pressostato, confira abaixo.

Elemento sensor de um pressostato

O elemento sensor de um pressostato é responsável por monitorar a pressão de trabalho dos fluidos que passam pelo pressostato.

E também realizar o movimento de atuação da unidade interruptora caso essa pressão seja alterada para mais ou para menos.

Na imagem abaixo é possível conferir o elemento sensor de um pressostato, veja.

Neste caso, podemos destacar que o elemento sensor geralmente é composto por um diafragma, pistão ou fole ou transmissor.

E ele atuará justamente no momento em que a pressão atingir valores fora dos que foram setados ou configurados.

Agora nosso próximo passo é entender como funciona o mecanismo de ajuste de um pressostato, confira abaixo.

Mecanismo de ajuste de um pressostato

O mecanismo de ajuste de um pressostato é a faixa de ajuste responsável por possibilitar o ajuste dos setpoints mínimos e máximos de atuação do pressostato.

Por isso, neste caso há muito segredo, apenas o ajuste básico de funcionamento do pressostato.

Na imagem abaixo podemos visualizar um exemplo de mecanismo de ajuste do pressostato.

Depois de explicar como funciona o mecanismo de ajuste, o nosso próximo passo é entender a importância da unidade interruptora do pressostato, confira abaixo.

Unidade interruptora de um pressostato

A unidade interruptora do pressostato ou chave de Interrupção tem o papel fundamental de receber a atuação do elemento sensor, sendo acionado.

Observe que na imagem abaixo é possível visualizar a unidade interruptora do pressostato, veja.

Neste caso, é importante destacar que ela é composta pelos contatos elétricos, que são acionados pelo movimento do elemento sensor.

Além disso, esses contatos são inseridos nos circuitos elétricos, onde irão desempenhar alguma função.

E como podemos perceber, ele possui contatos normalmente abertos (NA) ou normalmente fechados (NF).

Assim, eles são comutados quando o pressostato atua, gerando alguma resposta ou desempenhando alguma função no circuito elétrico em que são conectados.

Elementos fundamentais de um pressostato

Como citamos acima, através desses elementos será possível fazer o controle da pressão através de um pressostato.

Além disso, também é possível fornecer proteção necessária de equipamentos contra sobrepressões e subpressões.

Mas como será que funciona o pressostato na prática, é o que precisamos entender agora, confira abaixo.

Como funciona um pressostato na prática

Até aqui nós já entendemos que existem três elementos fundamentais para o correto funcionamento de um pressostato.

Agora nosso objetivo é entender como eles se relacionam na prática e fornecer a medição e a proteção necessária que ele precisa realizar.

Por isso, vamos explicar agora como funciona o pressostato na prática, confira.

Como fazer a medição do pressostato

Para funcionar corretamente, uma parte da estrutura do pressostato é conectada diretamente a um recipiente ou tubulação.

Em seguida, essa tubulação ou esse recipiente é por onde irá passar o fluido pressurizado.

Neste caso, pode ser um ar comprimido, gás, água, óleo, vapor, e que deverá ser monitorado.

E para fazer a medição do pressostato, um elemento sensor do pressostato fica posicionado justamente nesta parte.

Por isso, a partir do instante que o fluido faz a passagem, o sensor fica responsável em fornecer os dados referentes ao processo de medição da pressão.

Mas como vai funcionar esse sensor do pressostato, é o que vamos entender agora.

Como funciona o sensor de um pressostato

O sensor do pressostato será responsável por fazer a medição.

E também identificar se a pressão atual do sistema está abaixo ou acima dos valores que foram pré definidos.

Neste caso, o elemento sensor que explicamos acima irá monitorar a pressão do fluido que está passando por ali naquele momento.

Mas quando for identificado uma pressão abaixo ou acima dos valores que foram pré-determinados, então ele irá se movimentar.

Esses valores configurados são os valores do setpoint, que vamos explicar agora.

Configurando o setpoint de um pressostato

Neste caso, é muito importante destacar que o valor pré-determinado que estamos falando é o valor que definimos no setpoint.

Ou seja, é o mesmo que explicamos acima no mecanismo  de ajuste do pressostato.

Então podemos dizer que eles são os setpoints máximos ou mínimos que foram estabelecidos.

Em seguida, a chave de interrupção ou a unidade interruptora é acionada através dessa movimentação.

E toda essa movimentação aciona a chave de interrupção e comuta os contatos, que em seguida agem sinalizando, desligando, controlando, alertando ou ligando algo no circuito elétrico.

Mas existem vários tipos de aplicações para o pressostato, por isso vamos explicar um pouco sobre os tipos de pressostato mais usados no mercado, confira abaixo.

Mais informações sobre como funciona um pressostato

No artigo acima nós explicamos os elementos fundamentais de um pressostato.

E também explicamos passo a passo como funciona um pressostato na prática.

Mas é importante destacar que nós já fizemos um artigo completo explicando o que são os pressostatos e para que eles servem.

Além disso, nós também explicamos quais são os tipos e como eles funcionam na prática.

Por isso, se você tiver interesse, acesse o artigo acima para saber mais.