Elétrica

Como escolher o disjuntor para chuveiro elétrico

Mardey Costa
Escrito por Mardey Costa em 12/01/2022
Junte-se a mais de 20.000 pessoas

Cadastre seu email e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Você sabe como escolher o disjuntor para chuveiro do jeito certo?

Neste artigo, você vai descobrir pra que serve o disjuntor para chuveiro e como escolher do jeito certo.

Além disso, você vai aprender como calcular o disjuntor ideal e qual a bitola do cabo do chuveiro na instalação elétrica.

Portanto, se você quer aprender mais sobre esse assunto, então continue lendo esse artigo. Nele você vai aprender sobre:

E se você gostou do que vem por aí, então não deixe de compartilhar este artigo importante com seus amigos nas redes sociais, para que eles possam conhecer como escolher o disjuntor para chuveiro.

Mas antes de ler este artigo completo, conheça nossos 3 cursos com certificado reconhecido e descubra porque 2000 alunos tiveram resultados.

Curso de Projeto Elétrico na Prática

Curso de projeto elétrico na prática com engenheiro eletricista Anderson Campos

Acesse o botão verde abaixo e descubra finalmente como elaborar projetos elétricos da teoria a prática.

Curso de Eletricista Instalador

Curso de eletricista instalador com Ricardo Serpa

Acesse o botão verde abaixo para descobrir como se tornar ser um eletricista instalador muito bem remunerado.

Curso de Comandos Elétricos

Curso de comandos elétricos com Jair Maciel dos Santos

Acesse o botão verde abaixo para descobrir como fazer montagem e manutenção de comandos elétricos industriais e sistemas automatizados.

Escolha um dos cursos acima para saber mais e faça a sua inscrição hoje com até 50% desconto em 12x no cartão, PIX ou boleto a vista e ainda ganhe bônus exclusivos.

O que é disjuntor para chuveiro

O disjuntor é um dispositivo eletromecânico que tem a função de proteger as instalações elétricas em casos de pico de corrente, sobrecarga e curto-circuito.

E quando essa corrente elétrica ultrapassa o seu valor nominal ele interrompe o circuito, impedindo a passagem de corrente.

E todo circuito da instalação elétrica deve ter um disjuntor, principalmente o chuveiro elétrico.

Pra que serve o disjuntor para chuveiro

A escolha ideal do disjuntor para chuveiro é um dos principais fatores para o bom funcionamento do circuito e também de toda a instalação elétrica.

Isso acontece porque a instalação ou dimensionamento incorreto do chuveiro pode ocasionar muitos problemas desde o desarme do disjuntor até choque elétrico, curto circuito e incêndios.

Por isso, além de saber dimensionar um disjuntor, o dimensionamento de cabos é outro fator super importante para que não haja nenhum acidente ou prejuízo que coloque vidas em risco.

Como escolher o disjuntor para chuveiro

Para a escolha do disjuntor, nós precisamos encontrar a corrente elétrica de funcionamento do disjuntor.

Por isso, vamos descobrir agora duas maneiras de como encontrar o disjuntor para chuveiro, confira abaixo.

Como fazer para calcular o disjuntor para chuveiro

Para calcular a corrente elétrica do disjuntor para chuveiro elétrico temos duas maneiras diferentes.

A primeira forma é verificar a etiqueta ou embalagem do chuveiro que é fornecida pelo fabricante.

E a segunda forma é usar uma fórmula da Lei de Ohm e calcular a corrente elétrica, vamos começar e aprender usando as duas formas.

Embalagem do chuveiro elétrico

Segundo as leis brasileiras, todos os fabricantes devem fornecer na embalagem aos clientes as informações básicas de funcionamento do produto.

Como escolher o disjuntor para chuveiro

Neste caso, por se tratar de um chuveiro elétrico, devem ser fornecidos a potência elétrica, tensão de funcionamento e a corrente necessária para o funcionamento.

E alguns fabricantes também podem adicionar essa informação no próprio corpo do chuveiro para facilitar ainda mais para o cliente, veja.

Como escolher o disjuntor para chuveiro

Neste exemplo, você está conferindo acima o chuveiro Maxi Banho Ultra 4600W de 127V da marca Lorenzetti disponível no site do Magazine Luiza por R$ 69,90.

E depois de acessar o site da Lorenzetti, podemos perceber que o modelo Maxi Banho Ultra da Lorenzetti está disponível em quatro modelos diferentes sendo eles:

  • Maxi Banho Ultra 4600W com tensão de 127V
  • Maxi Banho Ultra 4600W com tensão de 220V
  • Maxi Banho Ultra 5500W com tensão de 127V
  • Maxi Banho Ultra 5500W com tensão de 220V

Além disso, também está disponível a seguinte tabela abaixo com outras informações técnicas dessa linha de chuveiros, veja.

E a própria fabricante já disponibiliza o disjuntor e a seção adequada para os condutores elétricos de cada um dos modelos de chuveiro.

É importante destacar que a fabricante está considerando as informações acima para uma distância máxima de até 30m, e caso contrário deve ser utilizado condutores de seção maior.

Agora vamos conhecer outra forma de descobrir a corrente elétrica do chuveiro para escolher o disjuntor para chuveiro.

Calculando a corrente elétrica do chuveiro

Para calcular a corrente elétrica do chuveiro e descobrir o disjuntor ideal para essa instalação elétrica, vamos considerar o modelo de chuveiro acima.

Neste caso, estamos falando do modelo Maxi Banho Ultra 4600W de 127V da marca Lorenzetti.

E para calcular a corrente elétrica, vamos usar a Lei de Ohm através da seguinte fórmula

P=VxI

Onde:

  • P é a potência elétrica (4600W)
  • V é a tensão elétrica (127V)
  • I é a corrente elétrica

Fazendo a substituição dos valores na fórmula acima da Lei de Ohm e realizando essa simples operação matemática, o valor da corrente elétrica do chuveiro será de 36,2 ampères ou 36,2A.

Neste caso, precisamos escolher um disjuntor para chuveiro que suporte a corrente elétrica de 36,2A, por isso vamos consultar a tabela abaixo de disjuntor para chuveiro populares no mercado.

Tabela de disjuntor para chuveiro

A tabela abaixo será usada como referência aos modelos mais comuns de disjuntores encontrados no mercado, confira.

Corrente nominal do disjuntor (A)Corrente nominal do dispositivo DR
10 A
16 A
20 A25 A
25 A
32 A40 A
40 A
50 A63 A
63 A

Na primeira coluna temos a corrente nominal dos disjuntores mais comuns no mercado e a coluna da direita representa a corrente nominal para dispositivo DR que será explicado mais adiante.

Mas existem vários tipos de disjuntores e cada um com suas características conforme cada modelo de cada fabricante, e para casos mais específicos é importante analisar o manual do fabricante.

Como o nosso chuveiro precisa de uma corrente elétrica de 36,2A para funcionar, então neste caso, o disjuntor mais adequado seria o de 40A conforme a nossa tabela.

Veja que este resultado deste disjuntor também é igual ao mesmo informado na tabela do fabricante.

Mas porque escolhemos o disjuntor para chuveiro de 40A?

Porque o disjuntor de 40A é importante

Analisando a tabela acima de disjuntores, concluímos que o disjuntor monopolar de 40A foi a melhor escolha porque atende perfeitamente.

Isso acontece porque o disjuntor do chuveiro pode desarmar sozinho caso a corrente elétrica do disjuntor seja igual ou inferior à corrente elétrica de 36,2 que foi calculada acima.

Além disso, ao escolher um disjuntor nós precisamos considerar também as constantes oscilações de tensão na rede elétrica.

E neste caso essa variação pode chegar até 8% em algumas concessionárias de energia no Brasil.

Por isso, o disjuntor de 40A também atende a este critério de oscilação de tensão da rede elétrica.

Além disso, também é importante destacar a tolerância da resistência elétrica, além dos cabos e conexões que podem variar a resistência do circuito.

Por isso, devemos escolher um disjuntor superior ao valor encontrado da corrente elétrica acima.

E antes de finalizar esse assunto, é muito importante destacar que o chuveiro deve ser instalado em circuito exclusivo, caso contrário deverá ser calculado o fator de agrupamento.

Curva do disjuntor para chuveiro

Outro fator importante na hora de escolher o disjuntor é escolher a curva de ruptura.

Neste caso, ela está relacionada ao tempo que o disjuntor suporta uma corrente acima da corrente nominal e a quantidade a mais de corrente acima da nominal.

Existem vários tipos de curva de ruptura, destacamos aqui as três mais utilizadas, são as B, C e D.

Se você não sabe ou não conhece as curvas de disjuntores, nós fizemos um artigo completo sobre as curvas do disjuntor.

Os disjuntores de curva B são utilizados em redes de baixa intensidade (baixa demanda de corrente em caso de curto circuito), como instalações elétricas residenciais, tomadas, equipamentos domésticos, chuveiro, entre outros.

Como estamos falando de disjuntor para chuveiro, o recomendável seria utilizar um disjuntor com curva B.

Isso acontece porque esse tipo de disjuntor com curva B é o mais recomendável para circuitos com cargas resistivas como é o caso do chuveiro.

E como estamos falando de segurança em instalação elétrica do chuveiro, não poderíamos deixar de falar da importância do dispositivo DR na instalação elétrica do chuveiro, confira.

Dispositivo DR para chuveiro elétrico

A norma NBR5410 recomenda a instalação dos dispositivos DR para chuveiro elétrico.

Na verdade, o dispositivo DR é obrigatório, mas infelizmente não é do conhecimento de todos os profissionais de eletricidade.

O objetivo é garantir a proteção das pessoas e proteger pessoas e os animais contra os efeitos do choque elétrico seja por contato direto como indireto.

Este interruptor é conectado junto ao disjuntor do circuito do chuveiro, e atua somente em casos de corrente de fuga, e não de curtos circuitos.

Ou seja, se houver uma corrente de fuga superior a 30 mA na instalação elétrica, o circuito será desarmado automaticamente.

E analisando a tabela abaixo podemos verificar que se o nosso disjuntor será de 40A, então o nosso dispositivo DR deverá ser de 40A.

Corrente nominal do disjuntor (A)Corrente nominal do dispositivo DR
10 A
16 A
20 A25 A
25 A
32 A40 A
40 A
50 A63 A
63 A

Mas você sabe como dimensionar bitola ou a seção mínima dos condutores do chuveiro elétrico, descubra logo abaixo.

Como dimensionar os cabos elétricos do disjuntor para chuveiro

Para calcular a bitola de fio do chuveiro de acordo com a norma NBR 5410 é importante responder os seguintes critérios abaixo.

  • Qual a corrente do circuito
  • Como os cabos serão instalados
  • Qual a quantidade de cabos por circuito
  • Qual o tipo de isolação será usado no cabo
  • Quantos cabos irão passar dentro do mesmo eletroduto

Se você tem interesse em aprender como dimensionar os condutores na instalação elétrica, então confira esse outro artigo.

Mas para facilitar o entendimento, vamos fazer o dimensionamento da bitola de fio do chuveiro na instalação elétrica, confira abaixo o primeiro passo.

Neste exemplo temos um chuveiro Maxi Banho Ultra da marca Lorenzetti de 4600W de potência elétrica em um circuito específico com tensão de 127V.

Passo 1: Qual a corrente do circuito do chuveiro

No primeiro passo para calcular a bitola de fio ou seção mínima desse condutor, nós precisamos descobrir qual a corrente elétrica do circuito do chuveiro..

Neste exemplo, o chuveiro tem uma potência elétrica de 4600W e a tensão elétrica é de 127V, e para isso teremos que fazer uma continha básica.

Para descobrir a corrente, basta dividir a potência pela tensão e encontrarmos a corrente elétrica para o funcionamento do chuveiro que será de 36,2A.

Agora que já descobrimos a corrente elétrica de funcionamento do chuveiro vamos para o próximo passo é descobrir como os cabos do chuveiro serão instalados na instalação elétrica, confira.

Passo 2: Como os cabos elétricos serão instalados

No segundo passo para calcular a bitola dos condutores do chuveiro, nós precisamos saber se esses condutores elétricos do chuveiro serão instalados.

Por isso, nós devemos consultar abaixo a tabela 33 da norma NBR5410 que fala sobre os métodos de instalação.

Neste caso, é possível encontrar na norma NBR 5410, vários tipos de instalação como por exemplo em eletrodutos, eletrocalhas ou em instalações onde o cabo pode estar enterrado diretamente no solo.

Mas como neste exemplo estamos falando da instalação de um chuveiro em uma residência, então a instalação dos condutores elétricos será em eletrodutos de PVC embutidos na alvenaria.

E segundo a tabela acima, o método de instalação será o número 7 da tabela 33 da norma NBR 5410 e o método de referência é o B1.

Não se preocupe, estes são apenas códigos que serão importantes e usaremos mais adiante.

Agora o nosso próximo passo é entender qual a quantidade de cabos por circuito ou condutores carregados.

Passo 3: Qual a quantidade de condutores por circuito

No terceiro passo, para calcular a bitola de fio do chuveiro, será necessário descobrir a quantidade de condutores carregados por circuito.

Por isso, consultamos a tabela 46 da norma NBR 5410 que fala sobre o número de condutores carregados a serem considerados, em função do tipo de circuito.

Observando a tabela 46 acima, temos o esquema de condutores e o número de condutores carregados.

Neste caso, segundo a tabela, os circuitos monofásicos a dois ou três condutores, utilizam dois condutores carregados, sendo fase e neutro.

Em seguida, temos o esquema com duas fases sem neutro também com dois condutores carregados.

Além disso, se o circuito for de duas fases com neutro ou trifásico sem neutro, serão utilizados três condutores carregados.

Como nossa instalação é monofásica, então será necessário instalar os condutores de fase, neutro e aterramento.

Mas é importante destacar que o cabo de aterramento não tem circulação de corrente, então neste caso ele não entra na conta como condutor carregado.

Agora o nosso próximo passo é descobrir qual será o tipo de isolação usado no cabo elétrico do chuveiro.

Passo 4: Qual o tipo de isolação dos condutores

No quarto passo, é importante relembrar que estamos calculando a bitola de fio de um chuveiro uma instalação elétrica residencial.

E neste caso, o condutor de cobre com isolação em PVC 750V é o mais usado para esse tipo de instalação elétrica residencial.

Para esse tipo de condutor, nós usamos a tabela 36 da norma NBR 5410 que serve para avaliar a capacidade de condução de corrente.

E observando a tabela acima esse tipo de condutor pode suportar a temperatura máxima de 70 °C e temperatura ambiente de 30°C.

Agora o nosso último passo é verificar quantos cabos irão passar dentro do mesmo eletroduto.

Passo 5: Quantos cabos irão passar dentro do mesmo eletroduto

No último passo para calcular a bitola de fio ou seção mínima para os cabos do chuveiro, é muito importante ficar atento a quantidade de condutores por eletroduto.

Isso acontece porque quanto mais cabos passam dentro do mesmo eletroduto, maior será a temperatura dentro do eletroduto.

E quanto maior a temperatura dentro do eletroduto, isso pode influenciar na capacidade de condução da corrente elétrica.

Um dos problemas mais comuns na fiação da instalação de chuveiros é justamente ter vários circuitos agrupados em um mesmo eletroduto.

Por isso, o chuveiro deve ser instalado em um circuito exclusivo e reforçando, não é recomendado a instalação do circuito do chuveiro com outros circuitos da instalação.

Qual a bitola dos condutores do chuveiro

Para que possamos descobrir a bitola de fio do chuveiro ou a seção do condutor, usaremos as informações que coletamos durante os 5 passos.

Neste caso iremos aplicar essas informações usando a tabela 36 da norma NBR5410 para determinar a capacidade de condução de corrente elétrica em ampères dos cabos no nosso chuveiro, veja.

Nessa tabela temos a bitola do fio ou seção nominal em milímetros quadrados e o método de referência para instalação deste cabo elétrico.

Também vamos observar o número de condutores carregados e qual a capacidade de condução de corrente suportada pelo cabo.

Por isso, vamos explicar abaixo encontramos a capacidade de corrente de corrente do cabo, veja

Tabela de capacidade de condução de corrente

Analisando agora a tabela de capacidade de condução de corrente para calcular a bitola de fio ou seção mínima dos cabos do chuveiro, verificamos que o nosso método de instalação é o método B1.

E também identificamos na tabela que temos dois condutores carregados, conforme o circuito monofásico do chuveiro com tensão de 127V dito no início do artigo.

Neste caso, analisando toda a coluna abaixo, podemos verificar que a capacidade de condução de corrente do cabo do chuveiro será 41A.

Isso acontece porque no primeiro passo, nós calculamos a corrente elétrica de funcionamento do chuveiro e encontramos o valor de 36,2A.

Então analisando agora a tabela, podemos verificar que o valor mais próximo ou superior a corrente elétrica do chuveiro de 36,2A será de 41A conforme a tabela 36.

Mas então qual será a bitola de fio ou a seção mínima dos condutores do chuveiro.

Bitola dos condutores do chuveiro

Veja na mesma imagem abaixo da tabela 36 da norma NBR5410 que fizemos um cruzamento para identificar a bitola de fio com a capacidade de condução de corrente.

E neste caso, descobrimos que a bitola de fio ou a seção mínima será de 6mm².

Resumindo, tudo Isso significa que o chuveiro Maxi Banho Ultra da marca Lorenzetti com 4600W ligado a tensão de 127V deve ter um disjuntor de 40A com um dispositivo DR de 40A e os condutores do circuito devem ser de 6mm²

Veja que nosso resultado confere exatamente conforme indicado na tabela de especificações técnicas da fabricante Lorenzetti.

Mas outra observação importante que deve ser levada em conta é sobre queda de tensão para a distância dos condutores do chuveiro

Queda de tensão para condutores do chuveiro

Neste exemplo não consideramos a queda de tensão para os condutores do chuveiro.

Isso acontece porque em residências, geralmente as variações por queda de tensão não costumam ultrapassar os limites toleráveis.

Tanto os nossos cálculos realizados quanto os cálculos do fabricante Lorenzetti são baseados em uma distância menor ou igual a 30 metros.