Elétrica

Como usar o multímetro digital na prática

Mardey Costa
Escrito por Mardey Costa em 08/10/2021
Junte-se a mais de 20.000 pessoas

Cadastre seu email e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Você sabe o que é um multímetro digital?

Nesse artigo, vamos explicar o que é um multímetro digital e como ele funciona na prática para medir tensão, corrente e resistência elétrica.

Portanto, se você quer aprender mais sobre esse assunto, então continue lendo esse artigo. Nele você vai aprender sobre:

E se você gostou do que vem por aí, então não deixe de compartilhar este artigo com seus amigos nas redes sociais, para que eles possam aprender mais sobre o multímetro digital.

Mas antes de ler este artigo completo, conheça nossos 3 cursos com certificado reconhecido e descubra porque 2000 alunos tiveram resultados.

Curso de Projeto Elétrico na Prática

Curso de projeto elétrico na prática com engenheiro eletricista Anderson Campos

Acesse o botão verde abaixo e descubra finalmente como elaborar projetos elétricos da teoria a prática.

Curso de Eletricista Instalador

Curso de eletricista instalador com Ricardo Serpa

Acesse o botão verde abaixo para descobrir como se tornar ser um eletricista instalador muito bem remunerado.

Curso de Comandos Elétricos

Curso de comandos elétricos com Jair Maciel dos Santos

Acesse o botão verde abaixo para descobrir como fazer montagem e manutenção de comandos elétricos industriais e sistemas automatizados.

Escolha um dos cursos acima para saber mais e faça a sua inscrição hoje com até 50% desconto em 12x no cartão, PIX ou boleto a vista e ainda ganhe bônus exclusivos.

O que é multímetro digital

O multímetro é uma ferramenta usada por profissionais da área elétrica e eletrônica para testar e analisar o funcionamento de equipamentos e seus circuitos.

Através do multímetro digital é possível realizar a medição de grandezas elétricas como a tensão, corrente e a resistência.

Para que serve o multímetro digital

A quantidade de serviços de medição disponíveis no multímetro digital pode variar conforme cada modelo.

Em um multímetro digital mais básico é possível fazer medições como corrente elétrica, tensão elétrica e resistência elétrica.

Em modelos de multímetro digital mais caros é possível além de medir essas grandezas elétricas, também possui as funções de amperímetro para medir a corrente contínua e alternada, a capacitância, frequência de sinais alternados, temperatura e outros.

A definição sobre qual medição será realizada, acontece por uma chave rotativa que seleciona a função a ser realizada.

Quando usar o multímetro digital

O multímetro digital é uma ferramenta de trabalho muito utilizada durante a realização de pequenos reparos de circuitos elétricos e para testar componentes.

Também é muito utilizado para verificar a tensão de uma linha eletrificada e outras medições que poderão ser necessárias em reparos elétricos em residências, escolas, universidades.

Mas para profissionais que trabalham com manutenção industrial, assistência técnica e inspeção de qualidade de fabricantes de equipamentos eletroeletrônicos, é importante usar ferramentas mais específicas.

Neste caso, é necessário o uso de multímetros que possuem funções mais específicas e cada aplicação pode requerer faixas de leituras e sensibilidades específicas.

Qual os tipos de multímetro

O multímetro é uma ferramenta que evoluiu ao longo do tempo e podemos classificar em dois tipos sendo eles o multimetro analógico e o multímetro digital.

Multímetro analógico

O multímetro analógico é uma ferramenta mais antiga e realiza a verificação da leitura por meio de força eletromagnética em seu ponteiro.

Apesar de ser um modelo mais antigo, ele consegue executar a função de medir as grandezas elétricas com eficiência.

Esse tipo de multímetro é baseado em um galvanômetro, ou seja, utilizando a força eletromagnética para mover um ponteiro para determinadas graduações, de acordo com a corrente que circula no dispositivo.

Multímetro digital

Os multímetros digitais substituíram os multímetros analógicos que eram baseados em agulhas devido à sua capacidade de medir com maior precisão, fiabilidade e maior impedância.

Esse tipo de multímetro digital tem como base, a alta resistência de entrada capaz de mudar o ganho de tensão, corrente ou resistência elétrica.

Os modelos mais recentes possuem tela LCD para facilitar o uso, e consegue mostrar os valores das grandezas, pois possui circuitos análogo-digitais.

Existem também os multímetros de bancada e os multímetros portáteis. Eles estão contidos nos dois tipos acima, porém também são um tipo de classificação.

Multímetro analógico ou multímetro digital

Os multímetros, analógicos e digitais apresentam diferenças construtivas, mas eles possuem as funções principais semelhantes.

Uma vantagem do multímetro analógico é a capacidade de medir e observar a oscilação na medida feita, pois ele mostra a variação da medição o tempo inteiro.

Isso pode ser muito importante em situações como teste de bobinas e capacitores, onde a corrente varia devagar e gradativamente.

Mas no caso do multímetro digital além de ser o mais utilizado, ele é mais fácil de usar e ainda consegue fazer medições com maior precisão.

Portanto, o profissional deve verificar qual dos dois modelos será melhor avaliado conforme a aplicação que será feita.

Como funciona o multímetro digital na prática

Nos exemplo abaixo, vamos ensinar como funciona o multímetro digital TRDT830B de baixo custo da marca RONTEK.

Com esse multímetro digital será possível medir a tensão elétrica (volts) em corrente contínua e alternada, a resistência elétrica (ohms) e a corrente elétrica (ampéres) em corrente contínua.

Para facilitar o entendimento, dividimos o multímetro em 3 partes importantes, como:

  • O display para visualizar as leituras de medições.
  • A chave seletora para selecionar os valores de medição como volts, amperes ou ohms.
  • E os bornes onde são conectadas as pontas de prova.

Display do multímetro digital

O display é onde são mostrados os resultados das medições.

A maioria dos multímetros possui 3 ½ ou 4 ½ dígitos. O ½ dígito é usado para mostrar o sinal da medida ( + ou – ).

Chave seletora do multímetro digital

A chave seletora serve para selecionar a função que se quer utilizar.

Você deve girar a chave seletora para escolher o tipo de medida que gostaria de ser realizado, como volts, amperes ou ohms.

E para desligar o multímetro digital, basta retornar a posição da chave seletora para a posição OFF.

Deve-se selecionar a escala imediatamente superior ao valor esperado da grandeza que se quer medir.

Por exemplo, se você quer medir a tensão numa tomada, e espera que o valor esteja em torno de 220 volts, deverá selecionar a escala imediatamente superior a esse valor, ou seja, 750 volts (tensão alternada)

Escalas do multímetro digital

As escalas geralmente mostram os valores máximos e mínimos que o multímetro foi projetado para medir.

Por isso, além de verificar na escala a grandeza que deseja medir, é importante também ajustar a chave seletora de acordo com os valores que serão medidos.

Bornes do multímetro digital

No multimetro digital TRDT830B da marca RONTEK possui 3 entradas de bornes e o multímetro vem com duas pontas de prova.

Uma ponta de prova na cor vermelha para representar o uso na polaridade positiva e outra ponta de prova na cor preta para representar a polaridade negativa.

A ponta de prova preta deve ser ligada sempre ao borne COM (Terra/Negativo) e a ponta de prova vermelha deve ser ligada ao borne do meio.

Mas caso haja intenção de medir corrente contínua acima de 200 mili-ampéres, deve-se conectar a ponta de prova vermelha no borne de cima.

Após conectar as pontas de prova aos bornes adequados basta colocar a chave seletora na posição adequada.

Como usar o multímetro digital na prática

Para realizar nossos exemplos práticos, iremos utilizar novamente o multímetro digital TRDT830B de baixo custo da marca RONTEK.

Nos exemplos abaixo você vai descobrir passo a passo como mediar a tensão, corrente e resistência, confira.

Como medir a tensão elétrica alternada no multímetro digital

Neste exemplo vamos fazer a medição da tensão elétrica em uma tomada de 127 volts.

Para isso, basta girar a chave seletora na posição de corrente alternada (geralmente lado direito) e escolher a escala de 750 volts.

Se a tomada a ser medida for de 127 volts conforme esse exemplo, também é possível usar a escala de 200 volts do multímetro.

Em seguida, para fazer a medição de forma correta nós conectamos a ponto de prova vermelha no borne do meio e a ponta de prova preta no borne COM.

Mas caso não haja certeza da tensão que será medida, o recomendável é usar uma escala maior, ou seja, a escala de 750 volts.

Agora, basta conectar a ponta dos pontos de prova vermelha no polo positivo e a ponta do outro ponto de prova preta no polo negativo do elemento que será testado.

Como medir a tensão elétrica contínua no multimetro digital

Neste exemplo vamos fazer a medição da tensão elétrica de uma pilha de 1,5 volts.

Para isso, basta girar a chave seletora na posição de corrente contínua (geralmente lado esquerdo) e escolher a escala de 20 volts.

Se a pilha for de 1,5 volts conforme esse exemplo, basta usar a escala de 20 volts do multímetro ou 2000 milivolts.

Em seguida, para fazer a medição de forma correta nós conectamos a ponto de prova vermelha no borne do meio e a ponta de prova preta no borne COM.

Agora, basta conectar a ponta dos pontos de prova vermelha no polo positivo e a ponta do outro ponto de prova preta no polo negativo do elemento que será testado.

Como medir resistência elétrica no multímetro digital

Neste outro exemplo, vamos fazer a medição da resistência elétrica que tem 33 ohms no multímetro digital.

Para isso, giramos a chave seletora e escolhemos a posição de 200 ohms, mas caso você não saiba o valor da resistência, use uma escala maior como 2000K ou 2 mega-ohms.

Ou faça testes para escala de menor valor, até obter a leitura com maior número de dígitos possível antes do ponto decimal.

E por fim, para fazer a medição de forma correta nós conectamos a ponto de prova vermelha no borne do meio e a ponta de prova preta no borne COM.

Agora, basta conectar a ponta dos pontos de prova vermelha e preta no elemento que será testado.

Como medir a corrente elétrica no multímetro digital

Para fazer a medição da corrente elétrica no multímetro digital, você deve seguir os mesmos passos conforme os exemplos acima.

Primeiro você precisa girar a chave seletora para a posição de corrente elétrica (geralmente na parte inferior) e escolher a escala aproximada.

Em seguida, para fazer a medição de forma correta nós conectamos a ponto de prova vermelha no borne de cima e a ponta de prova preta no borne COM.

Agora, basta conectar a ponta dos pontos de prova vermelha no polo positivo e a ponta do outro ponto de prova preta no polo negativo do elemento que será testado.

A ponta de prova vermelha deve ser ligada sempre ao borne do meio, exceto quando se deseja medir corrente contínua acima de 200 mili-ampéres.

Quando se deseja medir corrente contínua acima de 200 mili-ampéres, deve-se conectar a ponta de prova vermelha no borne de cima.

Observação importe

Lembre-se que o multímetro digital foi projetado para suportar um limite de corrente elétrica e deve ser compatível com o circuito que será medido.

Por exemplo, a passagem de 200 A por um multímetro projetado para 10 A ocasionará o rompimento do fusível, observe que o limite de amperagem estará indicado no aparelho ou no manual do produto.

Alguns profissionais da área preferem não interromper o circuito, já que seria necessário colocar as pontas de prova em série com os demais elementos do circuito.

Neste caso, para fazer essa medição é utilizado o alicate amperímetro que funciona como um multímetro, mas isso é assunto para outro artigo.

O que você achou deste artigo o multímetro digital? Compartilhe aqui nos comentários, o que achou mais interessante!