Elétrica

Para que serve a NBR 5410 e onde ela é usada na prática

Mardey Costa
Escrito por Mardey Costa em 06/07/2018
Junte-se a mais de 20.000 pessoas

Cadastre seu email e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Você sabe para que serve a NBR 5410?

Nesse artigo, você vai descobrir pra que ser a NBR 5410, onde ela deve ser usada e principalmente onde ela não é recomendada na prática.

Portanto, se você quer aprender mais sobre esse assunto, então continue lendo esse artigo.

Mas antes de ler este artigo completo, conheça nossos 3 cursos com certificado reconhecido e descubra porque 2000 alunos tiveram resultados.

Curso de Projeto Elétrico na Prática

Curso de projeto elétrico na prática com engenheiro eletricista Anderson Campos

Acesse o botão verde abaixo e descubra finalmente como elaborar projetos elétricos da teoria a prática.

Curso de Eletricista Instalador

Curso de eletricista instalador com Ricardo Serpa

Acesse o botão verde abaixo para descobrir como se tornar ser um eletricista instalador muito bem remunerado.

Curso de Comandos Elétricos

Curso de comandos elétricos com Jair Maciel dos Santos

Acesse o botão verde abaixo para descobrir como fazer montagem e manutenção de comandos elétricos industriais e sistemas automatizados.

Escolha um dos cursos acima para saber mais e faça a sua inscrição hoje com até 50% desconto em 12x no cartão, PIX ou boleto a vista e ainda ganhe bônus exclusivos.

O que é a NBR 5410

A NBR 5410 é uma norma para instalações elétricas de baixa tensão.

Essa norma é fundamental para profissionais que trabalham com instalações elétricas residências, prediais e comerciais.

Mas então para que serve a norma NBR 5410, é o que vamos entender agora.

Para que serve a norma NBR 5410

Na prática, a NBR 5410 é uma norma que estabelece as condições e regras para instalações elétricas de baixa tensão.

Neste caso, estamos falando de instalações de até 1000V em tensão alternada e 1500V em tensão contínua no Brasil.

Na imagem abaixo é possível visualizar um exemplo da norma NBR 5410, confira.

O que é NBR 5410 resumo e quais os objetivos

Essa norma possui 209 páginas, e é dividida em 9 capítulos com várias subseções, e as vezes com uma linguagem um pouco complexa.

Mas qual a importância da NBR 5410 para os profissionais que trabalham com instalações elétricas, é o que precisamos entender agora.

Porque a NBR 5410 é importante

No geral, as normas foram criadas com a função de regulamentar o serviço executado pelo profissional.

E também garantir qualidade e trazer uniformidade entre as instalações e sistemas elétricos.

Neste caso, a NBR 5410 tem por objetivo garantir a segurança de pessoas e animais.

Além disso, ele deve garantir o funcionamento adequado da instalação e a conservação dos bens.

Mas o que acontece quando as normas não são usadas na prática, é o que você precisa saber agora.

Principais riscos elétricos

O descumprimento e a falta de conhecimento sobre as normas, podem causar problemas dos mais diversos, principalmente em relação a segurança daquele local e da instalação.

Segundo a Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade (Abracopel), os dados estatísticos coletados em 2017 foram alarmantes.

Na pesquisa foram registrados 1387 acidentes por choque, incêndio ou raio, e 702 pessoas perderam a vidatodos em decorrência da eletricidade.

Este resultado também é apresentado nas estatísticas do Corpo de Bombeiros, que apontam as instalações elétricas inadequadas como uma das principais causas de incêndios.

Mas onde é usada a norma NBR 5410 na prática, é o que precisamos explicar agora.

Onde é usada essa NBR 5410

A norma NBR 5410 é usada para instalações elétricas de edificações residencial e comercial.

Além disso, ela também é usada em edificações públicas, e até em algumas dependências industriais.

Além disso, também podemos citar o uso dessa norma em instalações de serviços, agropecuários, hortigranjeiro, entre outros.

Mas então qual a diferença entre uma NR e a NBR, é o que vamos descobrir agora.

Qual a diferença entre NR e NBR 5410

É muito comum confundir NBR com NR, devido às semelhanças da nomenclatura, porém existem grandes diferenças entre as duas.

A NBR é uma norma técnica estabelecida de acordo com um consenso de pesquisadores e profissionais da área e aprovada por um órgão nacional ou internacional.

Neste caso, as normas são estabelecidas pela ABNT, e só se tornam obrigatórias quando essa condição é estabelecida pelo poder público.

A NR é uma norma estabelecida pelo Ministério do Trabalho e Emprego e é de caráter obrigatório, com base legal a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), e devem ser fiscalizadas pelas Delegacias Regionais do Trabalho.

As instalações elétricas das edificações destinadas ao trabalho, estão sujeitas às Normas Regulamentadoras (NR) de segurança e medicina do trabalho.

A NR-10 por exemplo, é a norma que trata da segurança em instalações elétricas e última sua revisão ou alteração técnica foi publicada como Portaria Ministerial em abril de 2016.

Especificamente abordando a NBR 5410 vemos que ela tem forte ligação com a NR 10 por saber que ambas tratam sobre instalações elétricas.

Mas como funciona a NBR 5410 na prática, é o que vamos descobrir agora.

Como funciona a NBR 5410

As normas são elaboradas para regulamentar, submeter a uma conformidade às demais instalações elétricas e melhorar a qualidade das instalações.

Por isso, a ABNT criou o guia da NBR 5410 chamado Instalações Elétricas de Baixa Tensão, publicado em 2004 e revisado em 2008.

Lembrando que a NBR 5410 é voltada para instalações elétricas de baixa tensão.

Esta norma é um guia de 209 páginas, divididos em 9 capítulos, dos quais são abordados assuntos como:

  • As influências externas na instalação elétrica;
  • Proteção contra choques com o uso de isolamentos e dispositivos DR;
  • Dimensionamento de eletrocalhas, eletrodutos e condutores;
  • Uso de disjuntores como sistema de proteção;
  • Circuito de motores (equipamentos e proteção);
  • Proteção contra sobretensões;
  • Equipotencialização e compatibilidades eletromagnéticas;
  • O dimensionamento e condutores condicionados à harmônica;
  • Quadros de distribuição, iluminação, tomadas e vários outros assuntos pertinentes.

Estes são tópicos que foram criadas justamente pela preocupação existente com as instalações elétricas de baixa tensão.

E como dissemos acima, muitos acidentes ocorrem neste tipo de instalação com usuários muitas vezes despreparados para sua utilização.

Mas onde a norma NBR 5410 deve ser aplicada, é o que vamos descobrir agora.

Onde usar e não usar a norma NBR5410

Assim como todas as normas, a NBR 5410 tem os locais e situações específicas onde pode ser aplicada.

O projeto, a execução, a verificação e a manutenção das instalações elétricas devem ser confiados somente a pessoas qualificadas a conceber e executar os trabalhos em conformidade com esta Norma.

Por isso, vamos saber agora onde podemos aplicar e onde não podemos aplicar a norma nas instalações elétricas.

Onde usar a NBR 5410

Ela é aplicada em circuitos elétricos alimentados sob tensão nominal igual ou inferior a 1000V em corrente alternada, com frequências inferiores a 400 Hz, ou a 1500V em corrente contínua.

Também pode ser aplicada em circuitos elétricos funcionando sob tensão superior a 1000V e alimentados através de instalação de tensão igual ou inferior a 1000V em corrente alternada.

A norma ainda estabelece a segurança das instalações feitas em áreas descobertas das propriedades, externas às edificações.

Também em trailers, campings, marinas e instalações análogas.

E também me canteiros de obras, feiras, exposições e outras instalações temporárias.

Por fim, em toda fiação ou linha elétrica que não sejam cobertas pelas normas relativas aos equipamentos de utilização.

E as linhas elétricas fixas de sinal, com exceção dos circuitos internos dos equipamentos.

Por fim, esta norma se aplica às instalações novas e a reformas em instalações existentes, lembrando que modificações destinadas a, por exemplo, acomodar novos equipamentos elétricos, inclusive de sinal, ou substituir equipamentos existentes, não caracterizam necessariamente uma reforma geral da instalação.

Onde não usar a NBR 5410

A norma NBR 5410 não se aplica para instalações de tração elétrica, instalações elétricas de veículos automotores, e embarcações e aeronaves.

Também não é recomendada para equipamentos para supressão de perturbações radioelétricas, na medida que não comprometam a segurança das instalações.

Outro ponto, é em relação a instalações de iluminação pública e redes públicas de distribuição elétrica.

Neste caso, a instalação tem voltagem maior que o atendido pela norma.

Além disso, há restrições sobre instalações de proteção contra quedas diretas de raios.

Porém, esta norma considera as consequências dos fenômenos atmosféricos sobre as instalações (por exemplo, seleção dos dispositivos de proteção contra sobretensões);

Por fim, a norma também não é recomendada para instalações em minas, e instalações de cercas eletrificadas.

Mas antes de finalizar este artigo que explicar para que serve a norma NBR 5410, confira abaixo algumas dicas importantes.

10 dicas da NBR 5410

Se você precisa utilizar essa norma, nós separamos 10 dicas importantes citadas na norma NBR 5410 que você precisa saber, confira abaixo.

#1 Divisão dos circuitos

A primeira dica é sobre a correta divisão de circuitos elétricos.

Neste caso, um dos problemas mais comuns encontrados em instalações elétricas é a má divisão de circuitos elétricos.

E contrariando muito as determinações de norma NBR 5410.

Muitos circuitos de iluminação são combinados com circuitos de tomadas, inclusive as dedicadas a equipamentos de maior potência em cozinhas e áreas de serviço.

De acordo com a norma, a instalação deve ser dividida em quantos circuitos forem necessários para iluminação, tomadas e tomadas específicas.

Por recomendação a norma exige que cada circuito não ultrapasse 10 A, isso significa que em um circuito de 127 V seria equivalente a no máximo 1270 VA e em 220 V seria 2200 VA de potência.

A próxima dica da norma é sobre o dimensionamento da instalação, confira abaixo.

#2 Dimensionamento da iluminação no projeto elétrico

Para dimensionar a iluminação da residência, a norma NBR  5410 recomenda que cada cômodo ou dependência deve ser previsto no mínimo um ponto de luz fixo no teto, comandado por um interruptor de parede.

Neste caso, é preciso seguir as seguintes recomendações abaixo para a iluminação, confira.

#3 Como atribuir a potência mínima de iluminação

Para atribuir a potência mínima a iluminação a norma nos orienta da seguinte forma.

Em cômodos ou dependências com área igual ou inferior a 6m², deve ser prevista uma carga mínima de 100VA.

Em cômodo ou dependências com área superior a 6m², deve ser prevista uma carga mínima de 100VA para os primeiros 6m² e soma-se 60VA para cada 4m² inteiros.

E para as tomadas de uso geral, deve seguir as recomendações abaixo.

#4 Dimensionamento das tomadas no projeto elétrico

Para calcular o número mínimo de tomadas de uso geral, iremos utilizar o perímetro de cada cômodo.

Sendo pelo menos uma tomada a cada 5 metros ou fração de perímetro, distribuídas o mais uniforme possível.

Porém, em copa, cozinhas, copa-cozinha, área de serviço, lavanderias e similares, a atribuição de tomadas segue um critério diferente, sendo uma tomada a cada 3,5 metros ou fração de perímetro.

É importante salientar, que o proprietário poderá desejar um número maior de tomadas além do que foi calculado, então é importante orientar bem o seu cliente.

E para atribuir a potência das tomadas, deve seguir as recomendações abaixo.

#5 Como atribuir potência as tomadas no projeto elétrico

Em um projeto elétrico residencial, a potência das tomadas da cozinha, copas, áreas de serviço, lavanderias e locais análogos deve ser no mínimo 600VA para cada uma das três primeiras tomadas.

Nos demais cômodos ou dependências, como em halls, corredores, subsolos, garagens, sótãos e varandas, ou mesmo sendo inferior a 6m², deve haver uma tomada com potência mínima 100VA.

Lembre-se, no caso do banheiro, é necessário um ponto de tomada, e neste caso terá uma potência mínima de 600VA junto ao lavatório.

E para as tomadas de uso específico, deve seguir as recomendações abaixo.

#6 Dimensionamento das tomadas de uso específico

Além das tomadas de uso geral, temos as tomadas de uso específico (TUE), que são destinadas a alimentar um equipamento especial.

Equipamentos de alta potência como ar condicionado, torneira elétrica, forno elétrico, entre outros necessitam de uma tomada de uso específico.

Na falta delas poderá haver sobrecargas nas tomadas que são utilizadas e que não foram destinadas ao uso com potências elevadas.

E para atribuir a potência as tomadas de uso específico, deve seguir as recomendações abaixo.

#7 Como atribuir potência a tomadas de uso específico

Para atribuir potência à tomada de uso específico, devemos usar a potência igual a potência nominal do equipamento a ser alimentado, conforme exemplos citados abaixo.

  • torneira elétrica (3000W)
  • chuveiro elétrico (4000W)
  • máquina de lavar louça (2000W)

Ou seja, todos esses equipamentos constituem circuitos elétricos de alto consumo de energia elétrica que são fixos e/ou podem resultar em correntes superiores a 10 A.

A próxima dica é sobre a seção mínima dos condutores, confira abaixo.

#8 Qual a seção mínima dos condutores

A bitola dos condutores e cabos, bem como o número de condutores instalados em cada eletroduto, deve obedecer às especificações de projeto elétrico.

Para iluminação a norma recomenda fios de 1,5 mm² e para tomadas de uso geral será 2,5 mm², os demais conforme orientação do projeto.

Além disso, as especificações corretas dos condutores, contribuem na redução de custos e melhor gestão do dinheiro na compra de materiais elétricos.

A próxima dica é sobre a escolha do tipo de aterramento, confira abaixo.

#9 A escolha ideal do tipo de aterramento

O aterramento é um item obrigatório nas instalações elétricas atuais, e sua função está na proteção dos equipamentos e também evitar choques elétricos.

Todo projeto elétrico deve prever o condutor terra instalado em todos os circuitos elétricos, inclusive nos circuitos de iluminação.

A norma nos orienta em primeiro lugar, optar pelo tipo de aterramento TT sempre que possível, mas caso não seja possível utilizar o sistema anterior, deve-se optar pelo tipo de aterramento TN-S, ou em último caso o aterramento TN-C.

Se você tem alguma dúvida sobre esse assunto, nós fizemos um artigo completo, explicando cada uma desses tipos de aterramento e suas finalidades.

E por último, a dica é sobre o uso de dispositivos de segurança na instalação elétrica, confira abaixo.

#10 O uso obrigatório do Dispositivo DR nas instalações elétricas

O dispositivo DR protege as pessoas contra os choques elétricos de pequena intensidade, que um disjuntor comum não consegue detectar, mas que podem ser fatais se percorrerem o corpo humano.

Nos circuitos dos ambientes que podem ser molhados como a cozinha, banheiros, áreas de serviço, entre outros, devem ser previstos DRs de alta sensibilidade (menor ou igual a 30 mA), e sua instalação também é obrigatória em saunas e piscinas.

Também, em circuitos que alimentam tomadas situadas em áreas externas à edificação, ou que alimentam tomadas situadas em áreas internas que possam vir a alimentar equipamentos na área externa.

Por fim, em circuitos que sirvam a pontos de utilização situados em cozinhas, copas, lavanderias, áreas de serviço, garagens e demais dependências internas normalmente molhadas ou sujeitas a lavagens.

Mas então como fazer o download da norma NBR 5410, é o que vamos descobrir agora.

Como fazer o download da norma NBR5410

Nesse artigo nós aprendemos sobre a importância da NBR 5410, onde devemos aplicar e não aplicar a norma para garantir uma instalação mais segura e de qualidade.

Para quem é profissional da área de eletricidade ou para quem quer entrar neste ramo, compreender a NBR 5410 e a simbologia elétrica, é um passo importante para se tornar um bom profissional.

Por isso, para complementar a sua capacitação, sugiro que você obtenha a norma como guia, mas caso não saiba onde fazer o download ou como adquiri la, vou te ensinar alguns passos.

É importante frisar que esta norma não é disponibilizada gratuita para download, para ter a norma completa e atualizada, você deve adquiri-la através do site da ABNT.

Você deve entrar no site da ABNT e vá até a aba LOJA no canto superior direito, na próxima janela você deve escolher a opção Normas ABNT.

E digitar os números 5410 e clicar na opção Buscar, escolher a norma NBR 5410, e clicar na opção comprar.